Search for content, post, videos
#Listas – Top 05 Séries de Ficção

#Listas – Top 05 Séries de Ficção

Para quem é fã de séries como eu, esse tópico é bem complicado. Afinal você está sempre procurando alguma coisa para assistir que seja relacionado com o tema, mas todo mundo sabe como é difícil achar uma série de Ficção, Ficção cientifica (etc..) que seja realmente boa e que não degringole depois da primeira temporada o que é uma tristeza sem fim!!

Com um público pequeno e um retorno de audiência baixo, os canais não costumam investir em séries do gênero e quando o fazem o orçamento é bem reduzido o que normalmente significa que a série está acabada antes mesmo de começar. Mas mesmo nesse cenário horrível tem algumas produções que conseguem sobreviver e se destacar para fazer a nossa alegria e os meus dias muito mais felizes.

Para ajudar todo mundo a dar um pouquinho mais de valor para essas lindas séries, fiz uma seleção pequenininha com as minhas preferidas ;)!! Como sempre nunca canso de falar, a lista é baseada apenas no meu gosto pessoal duvidoso e nas minhas lindas opiniões e vagos conhecimentos de expectadora interessada no assunto, ok?

 

1. Fringe

Vamos começar falando simplesmente isso: É MUITO AMOR!!! É só isso que eu consigo pensar quando se fala em Fringe. Com 5 temporadas e finalizado em 2013 a série é estrelada por Anna Torv (Olivia Dunham), Joshua Jackson (Peter Bishop) e John Noble (Dr. Walter Bishop) já vemos o primeiro sinal de porque é incrível, afinal o que esperar de um elenco lindo como esse?

Em uma mistura de trabalhos policiais e ciência, o seriado vai se desenvolvendo em cima de mistérios até te deixar praticamente louco!!! Mesmo sendo um procedural e você tendo uma resolução do problema da vez já no mesmo episódio, Fringe constrói uma história central e paralela a todos os acontecimentos, fazendo com que na verdade você não tenha resposta nenhuma ao final dos episódios apenas mais perguntas.

A série trabalha em cima de temas sempre conturbados e mistura muita ciência, com universos paralelos, experimentos em crianças, poderes desconhecidos e ação, concluindo pra mim a receita para me prender assistindo compulsivamente. Ou seja, se você ainda não viu, PELO AMOR DE DEUS, vai ver logo!!!!!!

 

2. Sense8

Criado e Produzido pela Netflix e indo para a sua 2° temporada (ainda sem data definida), muitas pessoas nem consideram essa série dentro do gênero. Mas ai, eu te pergunto, uma história que fala sobre uma conexão psíquica inexplicável entre 08 pessoas de diferentes partes do mundo e que permite que uma veja, sinta e viva a vida da outra é o que se não ficção?

Já que não posso falar pelos outros, vamos falar por mim mesma e dizer que sense8 realmente não é uma série fácil! É incrível? É sim!! Vale a pena? Vale muito!!!! Mas fácil ela não é nem um pouco. Estamos falando de 08 personagens, ou seja, ela trabalha com um ritmo mais lento no começo, para apresentar cada um deles a fundo e não apenas superficialmente. Vai rolar aquela irritação sim, e a pergunta fatal de pra que isso meu deus? Mas depois, no decorrer da série, você vai agradecer e entender por que precisava de tudo isso!

Não vou mentir que pra quem vai esperando uma rede de mistérios e os motivos dessa conexão acontecer logo de cara Sense8 realmente não vale a pena! Está tudo lá, mas a linguagem da série é diferente de tudo o que você já viu, e a abordagem de todos os assuntos também, ela transita livremente entre o mistério, o perigo e a ciência e os sentimentos de cada personagem, a vida e os conflitos de cada um, abordando por vez e outra quase sempre vários assuntos polêmicos que criaram um senhor reboliço depois de seu lançamento.

 

 

3. 12 monkeys

Criada e produzida pelo canal Syfy e com a 3° temporada prevista para 2017, 12 monkeys chega até a espantar por sua qualidade. Estrelada por Aaron Stanford (James Cole) e Amanda Schull (Dr. Cassandra Railly) ela engrena fácil e quando você vê está sentado na frente da TV em uma maratona sem fim!

Quando pensamos em uma série sobre uma praga que devastou o mundo e em um futuro distante os poucos sobreviventes descobrem como voltar no tempo e tentar mudar tudo, você já espera uma série cheia de efeitos e lutas e provavelmente com um roteiro fraco e vários buracos. Mas não é isso que te espera por aqui, você vai se pegar preso em uma rede muito bem construída de roteiro e quando achar que está entendendo alguma coisa às coisas tomam outro rumo e tudo sempre bem amarradinho.

A série falha apenas no desenvolvimento dos seus personagens, as vezes por conta das dificuldades de roteiro alguns personagens tem atitudes completamente controversas ao que conhecemos de cada um para se adaptar ao que precisa acontecer, mas isso não compromete a experiência apesar de ser irritante de uma boa historia, um bom desenvolvimento e efeitos muito mais do que satisfatórios.

 

 

4. The X-files

É um clássico! E como todos os clássicos DEVEM ser vistos de qualquer jeito! Assisti e morri de medo essa série inteira na minha infância/adolescência e nunca tinha conseguido esquecer ela. Talvez seja só um apego emocional por ter sido a primeira coisa do gênero que eu realmente me envolvi, mas exatamente pelo meu apego emocional posso dizer que se você nunca assistiu The X-Files e nem tem vontade, você obviamente está mentindo enlouquecidamente e não gosta porcaria nenhuma de Ficção! E pode ficar bravo, porque eu tenho certeza que tenho razão!

Mesmo seguindo uma história simples de dois agentes do FBI e um clichê básico de um acreditar e o outro ser completamente cético, mais a coincidência só que não de serem parceiros de sexos diferentes (um homem e uma mulher) para dar abertura a mais um lindo clichê, 09 temporadas estão ai para provar que um clichê nem sempre é ruim e que Arquivo X até hoje deixa todo mundo louco, a décima temporada lançada agora em 2016 está ai para provar isso ;).

Não existe uma forma de descrever essa série e muito menos Mulder (David Duchovny) e Scully (Gillian Anderson). Ela mistura tudo, absolutamente tudo! Ela vai te empolgar, te deixar confuso, te dar medo, te envolver com os personagens freneticamente por sinal e às vezes te fazer ficar dias e mais dias pensando no que aconteceu no episódio anterior e já aviso, quando acabar vai doer e muito!!

 

5. Stichers

Vamos começar com a sinceridade, a série é boa? Não! Eu gosto? Muito pra caralho! É uma das primeiras produções da novata Freeform e apesar de não contar com num elenco incrível ou com um roteiro magnifico, ao que se propõe a série alcança facilmente o seu resultado e só isso já valeu um espacinho especial no meu coração e na minha watchlist (não só na minha, afinal está indo para a sua 3° temporada ;)).

É um procedural leve e fácil de assistir, fazendo o tempo passar sem você nem perceber. Cheia de clichês (até que muito bem utilizados) ela mostra a historia de Kirsten Clark (Emma Ishta) que com um problema que ninguém sabe explicar (ela não consegue ter nenhum tipo de sentimento) acaba sendo escolhida para testar uma nova tecnologia e ajudar uma agência secreta do governo a resolver crimes e desenvolver mais ainda a tecnologia.

Com a inserção de uma história central, um fio condutor convincente, e um desenvolvimento bem legal de personagens vamos descobrindo as camadas de cada um e quando você percebe está igual boba presa e não consegue mais parar. Com certeza Stichers não é um primor de material e nem uma série que um dia vai ser lembrada por seu sucesso ou sua grandiosidade, mas ela diverte, e muito!!! Como isso pra mim conta pontos eternos, vale a pena dar uma chance, vai que você se encanta também 😀