Search for content, post, videos

#dicademusica Doo Wop (That Thing) – Ms. Lauryn Hill

Como atriz ela participou da continuação de uma das melhores comédias dos anos 90, talvez do cinema, Mudança de Hábito 2. Como cantora já fez parte do trio The Fugees ao lado de Wyclef Jean e Pras Michel, tendo como maior sucesso a regravação de Killing Me Softly, sucesso dos ano 70, de Roberta Flack. Essa é Ms. Lauryn Hill, uma artista versátil e cheia de talento que consegue transitar por diferentes estilos musicais como hip hop, soul, R&B e reggae.

Natural de South Orange, em Nova Jérsei, Lauryn nasceu no dia 26 de maio de 1975. Desde pequena sempre fez pequenas participações em programas de televisão ou filmes. Aos trezes 13 anos começou a participar do grupo de hip hop The Fugees que fez muito sucesso durante os anos 90 e chegou ao fim em 2009 por divergência de opiniões entre os integrantes.

Lauryn lançou seu primeiro álbum solo em 1998, intitulado “The Miseducation of Lauryn Hill”. O sucesso foi tão grande que o disco dominou praticamente todo o ano de seu lançamento. No ano seguinte a cantora recebeu 11 indicações ao Grammy, levando para casa 5 premiações entre elas melhor álbum ao ano e melhor cantora do ano.

A nossa #dicademusica faz parte do álbum MTV Unplugged. Todas as faixas do disco abordam assuntos da vida de Lauryn, principalmente se tratando das decepções que viveu. Curiosamente, a cantora se nega a cantar qualquer música do álbum anterior.

As faixas mais tocadas, até a data do post, no Spotify são:

  • Doo Wop (That Thing) – 45.345.863 reproduções;
  • Ex-Factor – 20.298.922 reproduções;
  • To Zion – 12.040.561 reproduções;
  • Everything Is Everything – 11.560.189 reproduções;
  • Nothing Even Matters – 11.025.247 reproduções.

E não se esqueça de seguir nossa playlist no Spotify com todas nossas #dicademusica.