Search for content, post, videos
Novidades do Netflix #5: 25/07 A 06/08

Novidades do Netflix #5: 25/07 a 06/08

Início de mês no Netflix, geralmente, é sempre quando ocorre a maior quantidade de adições no catálogo do serviço de streaming. E, dessa vez, não apareceu muito coisa interessante para aproveitarmos.

Desde que iniciamos essa série de posts, essa atualização é a mais variada. Não pela diversidade de estilos, mas por terem sidos adicionados indicados ao Oscar, filmes e séries clássicas, ou seja, é uma atualização que pode agradar a gregos e troianos.

Além das indicações que faremos abaixo, outros títulos que merecem destaque são os desenhos animados The Amazing World of Gumball e Apenas um Show que tiveram primeiras temporadas adicionadas ao catálogo. O filme 12 Anos de Escravidão, vencedor do Oscar de melhor filme em 2014, também está disponível no catálogo desde o dia 01 de agosto desse ano.

E, para não perder o costume, separamos alguns trailers que podem ser interessantes.

 

Três é Demais (1994)

Quem não lembra dessa série que passou na manhã do SBT por anos? Além disso, foi a série que mostrou as gêmeas Olsen, Mary-Kate e Ashley, para o mundo. Vale a nostalgia.

 

Love & Basketaball (2000)

Antes de comentar sobre o trailer. Por que os nomes de filmes traduzidos para português, são absurdos? O título original é Love & Basketabll, já em português virou Jogo Limpo. Oi? Alguém me explica?

Absurdos a parte, o filme pode ter aqueles trailers que enganam, mas parece ter uma história “bonitinha”, do desenvolvimento do sentimento entre os protagonistas, conforme eles buscam seus sonhos de jogarem basquete profissionalmente.

Além disso, o ator principal é Omar Epps que mandou muito bem interpretando o médico Foreman,  na série House.

 

Tallulah (2016)

Quando até no trailer os olhos dão aquela marejada, não tem como não acreditar que o filme será bom. Tallulah tem um trailer emocionante, que já consegue dar o tom de reflexão do filme. Ellen Page, protagonista do filme, parece que vai conseguir mandar muito bem nesse papel. Agora é conferir.

 

Winter in Wartime (2008)

Segunda Guerra Mundial. Nazistas tomaram a Holanda. Um jovem filho de um oficial do exército alemão encontra um norte-americano – sempre eles – feriado e que precisa de ajuda. O que o jovem faria?

Esse drama, sem atores conhecidos, parece um baita filme para os amantes de histórias que envolvem a guerras e afins ou para quem gosta de dramas. Vale destacar que a fotografia desse filme, ao menos trailer, é maravilhosa. Só por isso já da vontade de assistir.

 

The Bridge (2013) – 2 Temporadas

Fazer remake de séries de países nórdicos parece ser uma receita de cenais de televisão. Aconteceu isso com The Killing e agora acontece com The Bridge, ambas séries policiais.

Para quem gosta do tema, assim como eu, essa série da uma ponta de esperança de ser ter uma história policial por trás e não ser mais um monte de histórias soltas como Criminal Minds ou CSI.

 

O Lado Bom da Vida (2012)

Esse filme é incrível. Se você ainda não assistiu, pare de ler esse post e vá assistir agora.

Sério.

Pare.

 

Point Break (1991)

Outro filme que já assisti. Caso você consiga entender as limitações da década de 90, é um bom filme.

 

Kill The Messenger (2014)

Filmes baseados em histórias reais, quando bem produzidos, sempre são pratos cheios para quem aprecia cinema. Jeremy Renner, o arqueiro de Vingadores, parece ter conseguido interpretar muito bem um jornalista em busca da verdade para sua matéria.

 

Holding The Man (2015)

Gosto muito de filmes que dão aquele “tapa na cara” e mostram as dificuldades que as pessoas na vida. Em Holding The Man, além disso, o filme parece contar muito bem como o sentimento de duas pessoas podem ajuda-las a passar por todas dificuldades na vida. Ainda mais quando se trata do preconceito existente na sociedade quando se trata de relacionamentos homossexuais. No trailer parece que teremos excelentes atuações e uma bela fotografia.

Para quem gosta de histórias de superação, amor e muito drama pode ser incrível.

 

Goodbye Bafana (2007)

Esse é o tipo de filme que, além de ser baseado em fatos reais, tem todo o direito de ser “ruim”. O propósito de filmes como esse, que conta a história de um guarde que ajudou a proteger Mandela na prisão durante o apartheid, tem como objetivo mostrar outros pontos de vista da história que já conhecemos e auxiliar em escolhas de que caminhos devemos seguir.