Search for content, post, videos

“Man Up” mostra que homens não precisam ter vergonha de expor seus sentimentos

Não há mais dúvidas, assim esperamos, que o machismo é mal para a sociedade. Mulheres sofrem por séculos as mais diversas e absurdas imposições graças a uma cultura machista, sexista e, em muitas situações, misógina.

Enfrentando as mais diversas dificuldades e ainda com um longo caminho pela frente, podemos ver que a balança está começando a ficar, pouco a pouco, menos desiquilibrada. Mas, infelizmente, ainda é preciso ajustar muitas coisas para que ela esteja em equilíbrio.

Entretanto, engana-se quem acredita que o machismo prejudica apenas o público feminino. Suas consequências também afetam homens, que são criados com diversas imposições e limitações, principalmente quando o assunto é relacionado a sentimentos.

Já comentamos aqui no blog, sobre o documentário “The Mask You Live In”, que aborda essa criação limitada, estereotipada e cheia de preconceitos que meninos são sujeitados desde muito pequenos.

Essa privação do direito de expor seus sentimentos pode deixar sequelas muito sérias, que podem resultar em um adulto violento ou depressivo. E, infelizmente, um grande número de pessoas que são retratadas com depressão se suicidam.

Visando romper esse paradigma de como o homem precisa se comportar na sociedade, a campanha australiana “Man Up”, quer encorajar os homens para expressarem seus sentimentos, principalmente quanto estiverem tristes.

A mensagem do vídeo é clara:

“Se você se sente para baixo, fale. Afina, o silêncio pode matar. É preciso ‘ser muito homem’ para demonstrar dor, para sentir e chorar”.

Além do vídeo de apresentação da campanha – que está no começo desse post – há outros três vídeos com pessoas diferentes e como eles lidam com seus sentimentos.

Você pode assistir os vídeos abaixo ou conhecer um pouco mais no canal da campanha.