Search for content, post, videos
Honey Café

Honey Café

Essa é a primeira vez que faço resenha de um estabelecimento, então, vou me dar o direito de preceder a crítica com um humilde prólogo.

 

Falando de comida

Várias vezes na vida pensei em escrever sobre comida, mas sempre parei na mesma ideia: já tem muita gente fazendo isso há mais tempo que eu. Hoje, amadurecendo algumas ideias para produzir conteúdo para este blog, cheguei à conclusão de que posso, sim, escrever sobre comida, partindo de dois princípios básicos.

O primeiro é que não sou especialista em nada: nem em comida, nem em cerveja, nem em vinho, nem em doce, nem em café. Só gosto de comer e beber bem, e quero escrever como tal, sem pretensão alguma.

O segundo é que não preciso frequentar e resenhar os lugares onde todo mundo vai, que todo mundo conhece, que já têm milhares de textos na grande rede de computadores. Posso falar sobre o que chamo de “portinhas”, aqueles cafés, bares e restaurantes pequenos que são grandes achados por terem bons preços e boa comida.

É aí que entra o Honey Café, primeiro resenhado da minha “carreira”. Quando soube que estava rolando Coffee Week em São Paulo, de 11 a 27 de setembro, fui conferir a lista de estabelecimentos participantes e os que me pareceram mais interessantes foram os que ficam perto de casa, de que eu mesma nunca tinha ouvido falar.

 

Ambiente

Aproveitei uma tarde de clima quente e opressor para conhecer o lugar de perto. Para dentro da portinha de vidro estão algumas mesas em ambiente fechado, envoltas por uma decoração cheia de detalhes retrô – máquina de escrever, telefone “analógico”, rádio antigo e até uma vitrola com vinil da trilha da novela Vale Tudo.

Logo que entramos, a dona do café nos convidou para sentar no jardim, no fundo. Tem mesinhas ao ar livre, uma árvore ao centro, plantinhas, fonte com barulhinho bom de água, rede e tudo a que um bom quintal tem direito. Belo ambiente.

 

Comida

Pedi um dos combos da Coffee Week: o Coco_Nut_Coffee, bebida gelada feita com café, leite de coco, sorvete e Nutella, coberta com coco ralado (que veio até com guarda-chuva no copo) e uma empada da casa, de camarão. O Cadu, que estava comigo, pediu um suco de manga (feito da fruta, não de polpa) e uma coxinha de carne seca.

Gostamos de tudo. A empadinha estava deliciosa e o café, idem. Na maioria das vezes, quando provo uma bebida com Nutella, sinto que o gosto dela se sobressai ao resto, mas o Coco_Nut_Coffee é bem equilibrado. O café forte sem açúcar não deixa o sabor enjoativo.

O Cadu adorou o suco e a massa da coxinha (que é feita pela mãe da proprietária), só achou o recheio de carne seca um pouco sem tempero. Também não entendemos muito bem a razão de ser dos morangos que vieram decorando os pratos, junto com folhinhas de agrião – mas comemos.

 

 

Preço

Coco_Nut_Coffee + empada de camarão: R$ 12,99
Suco de manga: R$ 7,90
Coxinha de carne seca: R$ 8,90 (é uma coxinha grande!)
Serviço: não foi cobrado
Total: R$ 29,79

 

Balanço

Curtimos muito o Honey Café e queremos voltar. O cardápio é promissor: conciso, mas variado, com bebidas quentes e geladas à base de café muito interessantes e boas ofertas de prato do dia no almoço por R$ 20 – mesmo valor do café da manhã completo, servido aos sábados. Se tiver que criticar alguma coisa, achamos o serviço um pouco lento, mas nada absurdo.

 

Informações

Honey Café

Endereço: R. Coriolano, 1436 – Vila Romana, São Paulo – SP, 05047-001
Telefone: (11) 3862-9174
Facebook:https://www.facebook.com/honeycafesp
Instagram:https://instagram.com/honeycafesp