Search for content, post, videos
Café Girondino é um clássico no belo, e abandonado, centro de São Paulo

Café Girondino é um clássico no belo, e abandonado, centro de São Paulo

Já falei uma ou duas vezes que comer em São Paulo é uma tarefa simples. Mas, por mais absurdo que possa parecer, a cidade de São Paulo pode ser um território desconhecido até para o próprio paulista e o Café Girondino, localizado no centro da cidade, é um exemplo disso.

Escondido em meio a prédios e muita história no centro da cidade, o café é uma espécie de máquina do tempo programada para um ambiente do final do século XIX e começo do XX. Com uma decoração clássica, elegante e abusando de ornamentos e móveis de madeira, entrar no café é como estar em um cenário de novela de época.

O espaço, dividido em dois andares, possuí muitas mesas a disposição. Porém, pode ser que você encontre uma pequena fila de espera, no fim-de-semana, no horário de almoço ou dependendo da quantidade de pessoas.

Antes dos pratos recebemos o couver/entrada da casa: cesta com torradas e mini-pães de queijo, um delicioso patê de atum e azeitonas. Como não sou fã do último item, foquei no patê e nos pães e fui muito feliz.

 

Filé Cheddar

Você deve estar se perguntando: o rapaz vai um baita restaurante e me pede um lanche? É isso mesmo produção?

Pois, foi essa minha escolha. Sou um apreciador dessa maravilha chamada queijo cheddar e quando o vejo no cardápio é quase impossível passar batido por ele.

E a escolha pelo lanche não me decepcionou, com uma boa quantidade de cheddar, um pão macio, um belo pedação de filé mignon – que poderia ser um pouquinho maior – e a tradicional combinação de alface e tomate para dar aquela disfarçada na gordice.

O lanche satisfaz, mas caso você esteja com muita fome pode não ser uma boa pedida. Melhor pedir algum prato ou estar disposto a gastar um pouco mais em um segundo lanche.

Filé mignon com cheddar do Café Girondino.

Filé mignon com cheddar do Café Girondino.

 

Pennine Porcini com Mignon

Mas é óbvio que a visita não poderia se resumir em um lanche, ainda mais pela grande variedade de opções que o restaurante/café coloca a nossa disposição.

O Pennine Porcini com Mignon é um prato que não tem como dar errado: macarrão, cubos de filé mignon, cogumelo porcini, vinho marsala e para fechar com estilo molho roti. É preciso confessar que o resultado é muito, mas muito bom.

Ao contrário de outros lugares que comi, os pedaços de filé mignon e cogumelos não são decorativos. Ambos vêm em boa quantidade e dessa forma não precisei ficar “pescando” no prato para poder experimentá-los junto com a massa.

Caso você não seja apreciador de vinho, talvez possa não gostar do sabor acentuado que ele deixou os cogumelos. Não sei se foi uma situação exclusiva do meu prato, mas os cogumelos ficaram com um sabor muito forte do vinho utilizado, mas para mim, não foi um problema.

O prato é muito bem servido, então fica o aviso para evitarmos desperdício, ok?

Pennine Porcini com Mignon no Café Girondino

Pennine Porcini com Mignon no Café Girondino

 

O Café Girondino, se comparado com outros lugares que já visitamos, não é barato. Mas tudo o que consumimos valeu cada centavo investido.

Talvez não seja um local para visitar toda a semana, mas para uma reunião de família ou uma pequena comemoração em que estejamos dispostos a gastar um pouco mais ele seja uma opção que satisfaça a todos os envolvidos.

E, deixo aqui avisado, que voltaremos. Afinal não provamos nenhum dos doces que estavam disponíveis no primeiro andar e todos eles pareciam ser muito gostosos.

 

Preços

Filé Cheddar: R$ 29,90;
Penini Porcini: R$ 58,90;
Refrigerante:  R$ 4,40 x2;

 

Informações

Café Girondino

Endereço: Rua Boa Vista, 365 – Próximo ao metrô São Bento (L1 – Azul);
Telefone: (11) 3229-4574;
Redes sociais: Facebook e Instagram.